BIOGRAFIA Adele

Jovem, linda, simpática, gordinha e com uma voz incrível. Essa foi a primeira impressão de todos ao virem Adele pela primeira vez. A cantora londrina que faz um mix de soul, jazz e pop chegou a ser comparada a também talentosíssima Amy Winehouse e mostrou que está a altura da saudosa cantora. Aos 19 anos e com apenas dois discos, Adele já é a artista que mais vende discos no mundo e muitas de suas canções ficam no topo das paradas em diversos países. Seus hits “autobiográficos” de amor e sofrimento já lhe renderam diversos prêmios e em apenas uma edição do Grammy, ela levou para a casa seis estatuetas. Adele também já ganhou um Oscar e teve uma biografia lançada. Isso alçou a diva do pop music à lista de artistas britânicos mais ricos com menos de 30 anos (sua fortuna passa de 30 milhões de libras).

Cantora profissional

Adele conta que, aos 14 anos, ao pegar um microfone na mão para cantar, ela descobriu que era isso o que queria fazer da vida. E é exatamente isso que acontece.

Em 2006, Adele, que já escreve algumas músicas, vai à luta para tentar a carreira de cantora. Ela então grava três demos e seu amigo posta no site MySpace. O sucesso é imediato e Adele fecha com a gravadora XL Recording.

Tudo acontece bem rápido e em 2008, ela lança o seu primeiro disco, o “19” (o nome faz referência a sua idade) e ele estoura. As principais músicas de sucesso são "Hometown Glory" que é lançada antes mesmo do CD, "Chasing Pavements", "Cold Shoulder" e "Make You Feel My Love", um cover de Bob Dylan. Todas são as mais tocadas em diversos países da Europa.

Aliás, o disco, que já era número 1 no Reino Unido, repete o sucesso nos Estados Unidos assim que Adele se apresenta no Saturday Night Live. O programa dispara na audiência e após ela cantar "Chasing Pavements" e "Cold Shoulder", o disco lidera as paradas do iTunes e fica no TOP 5 da Amazon.com. O álbum ainda alcança o número 11 da Billboard 200 (revista semanal norte-americana especializada em música) e é premiado com ouro pela Recording Industry Association of America.

Adele então sai em turnê mundial e passa pela América do Norte, Europa e Ásia. A turnê ganha o nome de “An Evening with Adele”

A cantora também tem suas preocupações sociais e uma das formas que ela encontra de demonstrar isso é comprando uma pintura de Stella Vine por £ 8.000 em um leilão beneficente em prol da Keep a Child Alive, uma instituição que ajuda as crianças africanas e suas famílias que vivem com HIV/AIDS.

Em 2009, Adele ganha dois Grammy Awards nas categorias Artista Revelação e Melhor Vocal Pop Feminino.

O segundo álbum

Em 2011, Adele lança “21” (mais uma vez ela faz uma alusão a sua idade) pelas gravadoras Columbia Records e XL Recordings e como da primeira vez é um grande sucesso comercial e de crítica. Só na primeira semana ela vende 208 mil cópias no Reino Unido e estreia em primeiro lugar na UK Albums Chart (companhia que faz uma lista de álbuns posicionando-os de acordo com as vendas no Reino Unido). O álbum também vai muito bem em vários países e alcança a primeira posição na Billboard 200.

Os hits de sucesso ficam por conta de "Rolling In The Deep" que é lançado antes do próprio CD e é a música mais tocada em diversos países da Europa e também na Nova Zelândia. Depois vem "Someone Like You", inspirada no fim de um relacionamento de Adele, “Set Fire to The Rain” e “Rumour Has It” que também vão superbem nas paradas de sucesso. “Set Fire to The Rain” faz Adele se tornar a primeira artista da história a liderar a Billboard 200 consecutivamente 3 vezes no n°1, superando recordes de cantores como Michael Jackson, Madonna e Beyoncé.

A Official Charts Company (empresa que compila várias tabelas musicais oficiais do Reino Unido) revela que Adele é a primeira artista a ter uma música e um álbum em primeiro lugar ao mesmo tempo na Inglaterra (a única banda a conseguir isso foram os Beatles). “21” é o CD mais vendido do século com mais de 3,4 milhões de cópias só no Reino Unido e isso dá a Adele o título de primeira artista viva a vender mais de 3 milhões de discos no Reino Unido. Seu canal no Youtube também é um mega sucesso e já ultrapassa mais de 1 bilhão de visualizações.

Recordes à parte, Adele então sai em turnê mundial, a “Adele Live”, e novamente passa pela América do Norte e Europa, no entanto, alguns shows são cancelados por conta da sua cirurgia que precisa fazer nas cordas vocais após ter uma hemorragia no local.

Mas isso não a impede de lançar o seu primeiro DVD, o “Live at The Royal Albert Hall” ainda em 2011. Entre os destaques estão as músicas “Someone Like You”, “Rolling In The Deep”, “Set Fire To The Rain”, “Rumour Has It” e “Chasing Pavements”. Em fevereiro de 2013, o DVD ganha o Grammy de Melhor Performance Pop Solo com a performance de "Set Fire to the Rain" ao vivo.

A cirurgia é um sucesso e sua primeira apresentação após a recuperação é na cerimônia do 54ª edição do Grammy Awards, realizada em Los Angeles, em fevereiro de 2012.

Ainda em 2011, Adele lança o EP iTunes “Festival: London 2011” para download digital.

E o vozeirão de Adele desperta o desejo da diva Madonna de querer fazer um dueto com ela por achá-la brilhante e Celine Dion chega a cantar "Rolling in the Deep" em seu show e diz que Adele é fantástica.

Adele na TV

Fora dos palcos, a musa do pop também é sinônimo de sucesso. A série americana de comédia musical Glee, que bate recordes de audiência, faz versões das canções "Rolling In The Deep", "Rumour Has It", "Someone Like You", "Turning Tables" e "Chasing Pavements".

No Brasil, as canções "Rolling In The Deep" entra na trilha sonora da novela Morde & Assopra, "Someone Like You" em Fina Estampa e "Set Fire to the Rain" em Avenida Brasil, todas da Rede Globo.

Viva 2012

Em 2012, Adele tem todo o seu talento reconhecido. O álbum ”21” lhe rende seis prêmios no Grammy Awards: Melhor Gravação do Ano, Álbum do Ano, Música do Ano, Melhor vídeo musical, Melhor Álbum Pop e Melhor Perfomance Solo Pop.

Ela também ganhou alguns prêmios no Brit Awards (prêmio anual da música no Reino Unido): Álbum Britânico com “21”, Artista Solo britânico (feminino) e Melhor Single Britânico com “Skyfall”.

Além disso, ela é a grande vencedora da edição 2012 do Billboard Music Awards (cerimônia de entrega de prêmios nos Estados Unidos para homenagear artistas da indústria musical) com indicação em 12 categorias, incluindo a de melhor artista do ano. Mas Adele não vai à festa.

A cantora nas telonas

E a musa pop nunca imaginou que fazer uma música para mais um dos filmes de 007 fosse lhe render um prêmio tão sensacional. Ela foi a escolhida para compor e interpretar a música-tema de Skyfall, de James Bond, e para isso contou com a colaboração do produtor Paul Epworth. A música levou o Globo de Ouro de Melhor Canção Original e também o Oscar de Melhor Canção pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Los Angeles. É a primeira vez que uma música do filme James Bond conquista uma estatueta.

De volta aos palcos

A expectativa pelo próximo álbum da cantora Adele é grande. Especula-se que ainda este ano - 2015 - tenha novidades. Desde que ela teve o seu filho, Angelo, em 2012, Adele está parada.

Acredita-se que o seu próximo CD deve se chamar "25", fazendo referência, mais uma vez, a sua idade. E a torcida é para que ela saia em turnê. O produtor Rayan Tedder que trabalhou com Adele em “21” contou que a cantora está em seu melhor momento e que os compositores Phil Collins e Diane Warren disseram ter escrito canções com a cantora.

Na intimidade

Adele Laurie Blue Adkins nasceu em 5 de maio de 1988, em Tottenham, em Londres. Ela é filha de Penny Adkins e Mark Evans, mas nunca teve contato com o pai – há quem diga que ele abandonou sua mãe grávida.

Adele começou a cantar bem pequena, com 4 aninhos e aos 11 foi morar perto da capital. Ela estudou no colégio Londom School for Performing Arts & Technology (BRIT School) e uma de suas maiores influências foi o grupo Spice Girls. Dos 16 aos 18 anos, ela trabalhou como atendente em um café londrino que pertencia a sua tia e nessa época cantava na escola, em casa...

Apesar de muito reservada em sua vida pessoal, sabe-se que Adele namorou Slinky Sunbeam e tudo levar a crer que ele foi a sua inspiração para o álbum “21”, mas o namoro não decolou. No entanto, em 2011 ela encontra o seu grande amor, o empresário Simon Konecki, dono da ONG Drop4Drop, de limpeza e distribuição de água.

Neste mesmo ano, ela compra uma mansão e, em junho de 2012, anuncia sua gravidez. Angelo James Konecki nasce em outubro de 2012 e o menino já ganhou R$ 37 mil. É que a cantora, em nome da criança, processou uma agência fotográfica que fez imagens do menino em um momento particular e agora ele vai receber esse dinheiro. Adele é contra fotos não-autorizadas dos filhos de famosos e trabalha para que os paparazzi não a incomodem mais.

A cantora também se mostra fã de tatuagens. Ela tem a letra “A” atrás da orelha, a palavra “Paradise” na mão esquerda e o número 1921 no pulso (“nome” de seus dois primeiros álbuns lançados). Adele ainda possui uma moeda no pulso esquerdo em homenagem a sua mãe e três pontos seguidos "..." para dizer que é amiga do pessoal da banda The Civil Wars.

Versão livro

Em 2012 saiu o livro Adele: The Biography, escrito pelo jornalista britânico Chas Newkey-Burden. Além das histórias da vida da cantora, há declarações da própria estrela. Eles falam sobre a relação com a família, peso, dificuldades financeiras e o problema nas cordas vocais que a afastou dos palcos. Ao longo das páginas, o autor explora a trajetória da menina que se apaixonou pela música ainda criança e na adolescência passou a escrever suas próprias canções, passando pelos shows que fazia para sua mãe, a infância, adolescência e a chegada ao auge.

Ele também retrata o episódio do namorado que pediu o pagamento de royalties por ter sido o motivo da fossa da cantora e como consequência do sucesso de suas composições.

O livro também aborda a questão do álcool. Adele já fez show de ressaca e chegou a esquecer a letra da própria música de tão bêbada. Após a cirurgia ela está tentando levar uma vida mais saudável.

No Brasil, o livro é comercializada pela Editora LeYa. Chas Newkey-Burden é autor de diversas biografias de celebridades, entre elas a de Justin Bieber, Stephanie Meyer, Amy Winehouse e outras.

Alguns títulos da cantora-musa Adele

* A cantora ganha sua estátua de cera no Museu Madame Tussauds, em Londres.
* Sexta posição na lista das celebridades com menos de trinta anos mais bem pagas e bem sucedidas, pela Forbes.
* Quinta colocada na lista das 100 Grandes Mulheres da Música pelo VH1 (canal de televisão por assinatura com sede em Nova Iorque).
* Uma das pessoas mais influentes do mundo segundo a revista americana Time.
* Título de condecoração como Membro da Ordem do Império Britânico pela Rainha Elizabeth II.