PEDRINHO DA LUZ

BIOGRAFIA
Pedrinho da Luz

Pedrinho da Luz

  • Nome completo:

    Evangivaldo de Souza Pedro da Luz
  • Nome artístico:

    Pedrinho da Luz
  • Nascimento:

    29/6/1945(67 anos)
    Brasil
    BA
    SALVADOR
  • Faleceu:

    10/5/2013 (há 7 anos)
    Brasil
    RJ
    RIO DE JANEIRO
  • Instrumentos:

    Guitarra,
  • Integrante:

    The Fevers
    1964
    (entrou)
    1977
    (saiu)
Filho de seu Joaquim e de dona Elvira, ainda garoto mudou-se com a família para o Rio de Janeiro.
Aos 6 anos de idade, incentivado por sua mãe, aprendeu a tocar acordeon. Anos mais tarde, junto com seu amigo Liebert Ferreira Pinto(com quem estudava no Colégio Piedade, pertencente ao Grupo Gama Filho), e mais um vizinho baterista, criou um conjunto que recebeu o nome de Conjunto Young, que depois passaria a se chamar The Fenders.
Um dia, o grupo The Fenders estava em um Volkswagen Kombi a caminho da Rádio Mauá quando perceberam que Fender era uma marca de guitarra e resolveram procurar um nome parecido. Até que Pedrinho lembrou-se de uma música de Elvis Presley chamada FEVER. Então os cinco membros decidiram que o grupo agora se chamaria The Fevers. A formação nessa época era composta por Pedrinho(vocais e guitarra-solo), Almir Bezerra(voz e guitarra base), Cleudir Borges(vocais e teclados), Liebert Ferreira Pinto(vocais e contrabaixo) e Lécio Nascimento(vocais e bateria).
Diversas músicas de autoria de Pedrinho foram gravadas pelos Fevers, como por exemplo: QUANDO O SOL DESPERTAR, TRISTE SEM AMOR, FAREI VOCÊ FELIZ(ambas em parceria com Almir Bezerra), PRO QUE DER E VIER(em parceria com seu primo cantor e compositor Hyldon Souza), NÃO CONSIGO ESQUECER(em parceria com Liebert Ferreira Pinto), NÃO QUERO IR, TORMENTA, além de ter feito a versão WOOLY BOOLY, um dos primeiros sucessos dos Fevers. Seu maior sucesso como compositor foi ALGUÉM EM MEU CAMINHO, composta em parceria com seu amigo e colega Miguel Plopschi e gravada pelos Fevers em 1973
Nos anos 60, Pedrinho deu início à sua vitoriosa carreira de produtor musical. Produziu diversos artistas da EMI-Odeon como Paulo Diniz, Luiz Ayrão, Orlando Dias e Elizabeth Sanches. Em julho de 1976, é contratado pela Polygram para trabalhar como diretor artístico, em substituição ao seu amigo Jairo Pires, que estava de volta à CBS depois de sete anos.
Pedrinho lançou no mercado fonográfico artistas como Peninha e Sidney Magal, que estouraram em todo o Brasil, com LP’s produzidos pelo próprio Pedrinho, que também produziu LP’s de outros artistas da Polygram, como Golden Boys e Balthazar.
Pedrinho permaneceu na Polygram até os anos 80, quando foi trabalhar na gravadora Lança, de Jairo Pires. No lugar de Pedrinho ficou seu amigo Ed Wilson, um dos grandes nomes da Jovem Guarda e irmão de Renato e Paulo Cezar Barros, do Renato e seus Blue Caps.
Em 2005, Pedrinho fundou juntamente com seus amigos Miguel Plopschi, Cleudir Borges e Almir Bezerra(ex-Fevers), Ed Wilson(ex-Renato e seus Blue Caps) e Netinho e Nenê(ex-Os Incríveis), o grupo THE ORIGINALS, cujo primeiro disco, lançado em CD e DVD, foi gravado no Canecão(RJ) em maio daquele ano e lançado poucos meses depois.
Os Originals gravaram mais dois discos(lançados em CD e DVD) em 2006 e 2008.
Pedrinho faleceu em 10 de maio de 2013, aos 67 anos de idade, vítima de AVC, além de parada cardiorrespiratória.
Ele se foi mas deixou muitas saudades, além de grandes canções.
INTEGRANTE
MÚSICAS
COMPOSTAS POR PEDRINHO DA LUZ
Add todas
    COMENTÁRIOS