Odeio-Te Meu Amor

Odeio-Te Meu Amor
Durante séculos você me abraça,
parece sempre a primeira vez
Tanta carência me sufoca,
é um pavor quero deixar bem claro
Odeio-te meu amor!
Você parece este planeta exausto,
será que amar é tão ruim assim
Minha piscina de cacos de vidro,
mergulho fundo, sou um faquir feliz
Mergulho fundo, sou um faquir feliz
Porque, que a gente é esse horror?
Quero deixar bem claro odeio-te meu amor
As montanhas tem segredos são outros planetas,
vamos tentar, ainda é tempo
Me dê a mão, vamos ficar a sós,
um beijo molhado, vamos cuidar de nós
Freud é tão simples, odeio-te meu amor!
Aprendemos a ser livres, que fogueira é essa
Estamos na inquisição, que fogueira é essa...
Barão Vermelho - Supermercados da Vida
Versão do álbum:
COMENTÁRIOS