Madrugada
Quem de vocês não sofreu
Não chorou, como eu
O amor de direito
Sei, todos sabem que eu choro
E propago esse amor
Que machuca meu peito

Aquele sonho que eu tive
Jamais outro homem
É capaz de sonhar
Sei que hoje choro sozinho
O direito de amar

Ainda existe um lugar
Pra essa mágoa que chora
Não quero culpar ninguém
Pelo que passo agora

Vai, madrugada, quem sabe de mim é você
Leva essa mágoa e me traz
Um jeito de esquecer
Benito Di Paula - Instrumental
Versão do álbum:
Outra versão dessa música
COMENTÁRIOS