Para Comigo Fazer

Para Comigo Fazer
Já é tarde
E não vou mais dormir
Eu vou sair sem direção talvez
Na escuridão, eu possa ver alguém feliz
Eu quero ver à toa
Ao menos uma pessoa, numa boa
Por aí
Para comigo fazer
para comigo poder até conversar
Sobre coisas esquecidas
Pelo desuso da boca
Ou pela fala vencida
Para comigo lembrar
para comigo dançar ao som
da retreta dos grilos
a pernear os dois
A poder tudo
Antes que o dia amanheça
E acordem todos, todos
Para comigo parar
COMENTÁRIOS