Maria Solidária

Maria Solidária
Eu choro de cara suja
Meu papagaio o vento carregou
E lá se foi pra nunca mais
Linha nova que pai comprou
Dança Maria Maria
Lança seu corpo jovem pelo ar
Ela já vem, ela virá
Solidária nos ajudar
Não fique triste menino
A linha é tão fácil de arranjar
Venha aqui, venha escolher
Papagaio de toda cor

A casa estava escura
No vento forte a chuva desabou
A luz vem, eu aqui estou
A rezar na escuridão, e só
Venho do vento da noite
Na luz do novo dia cantarei
Brilha o sol, brilha luar
Brilha a vida de quem dançar.
COMENTÁRIOS