Astronauta De Papel

Astronauta De Papel

Surgiram ventos modernos
Outras formas de voar
Mas guri, sem ter pandorga,
Voa sem poder sonhar


Barrilete, marimbondo,
Com bandeira e roncador
E cem metros de piolinho
Pro menino explorador


(Bomba estrela maravilha
Constelando velhas tardes
E o piá de pés descalços
Com seu astro de arrabalde


Em cada nova pandorga
Um sonho ligado ao céu
Uma nova descoberta
Do astronauta de papel)


Teco-teco era tão lindo
Tinha ronco de motor
E os fios desafiando
O guri aviador


Grude, papel e taquara
Pano velho para a cola
E infância remontada
Em cem metros de piola


(Bomba estrela maravilha
Constelando velhas tardes
E o piá de pés descalços
Com seu astro de arrabalde


Em cada nova pandorga
Um sonho ligado ao céu
Uma nova descoberta
Do astronauta de papel)

COMENTÁRIOS