Blá, Blá, Blá, Eu te Amo (Radio Blá)

Blá, Blá, Blá, Eu te Amo (Radio Blá)
Ela adora me fazer de otário
Para entre amigas ter o que falar
É a onda da paixão paranóica
Praticando sexo como jogo de azar

Uma noite ela me disse quero me apaixonar
Como quem pede desculpas pra si mesmo
A paixão não tem nada a ver com a bondade
Quando bate é o alarme de um louco desejo

Não dá para controlar
Não dá não dá pra planejar
Eu ligo o rádio e blá blá
Blá blá blá blá Eu te amo!

Sua vida burguesa é um romance
Um roteiro de intrigas pra Fellini filmar
Cercada de drogas de amigos inúteis
Ninguém pensaria que ela quer namorar

Reconheço que ela me deixa inseguro
Sou louco por ela e não sei o que falar
O que eu quero é que ela quebre a minha rotina
Que fique comigo e deseje me amar

Não dá para controlar
Não dá não dá pra planejar
Eu ligo o rádio e blá blá
Blá blá blá blá Eu te amo!

Lobão - Vida Bandida
Versão do álbum:
COMENTÁRIOS