Declaração De Amor

Declaração De Amor
O amor não vê nobreza
É tão vulgar, é qualquer um
A sua realeza, vai coroar, um beijo só
O amor não tem segredo, é violável um violão
Matei o amor por tantas vezes
E o que sobrou de mim?

Vem me dar seu amor
Onde está esse amor no corpo inteiro?

O amor é uma surpresa, sem pecado ou salvação
Quando posto na mesa
Seu retrato a traição

No amor a alma vive presa, condenada a ilusão
Morrer de amor é uma beleza
Abandonado é solidão

Vem me dar seu amor, onde está esse amor no corpo inteiro?
Vem me dar sua mão, vou pegar sua mão
E jogar num incêndio

O amor não tem segredo, é violável um violão
Matei o amor por tantas vezes
E o que sobrou de mim?

Vem me dar seu amor
Onde está esse amor no corpo inteiro?
Vem me dar sua mão, vou pegar sua mão
E jogar num incêndio (bis)
Nando Reis - Sei
Versão do álbum:
COMENTÁRIOS