Da Entrega
Apoderar-se de si
Recombinando atos
Não sou quem estou aqui
Sou um instante passo

Cada um, cada qual
Resgatar o júbilo
Resistir, ser plural
Repartir o acúmulo

Apoderar-se de si
Remediando passos

Convergir no olhar
Nosso brio e fúria
Conceber, conservar
Aguerrida entrega

Nesse nosso desbravar
Emanemo-nos amor
Até quando suceder
De silenciar
O que nos trouxe até aqui

Nada melhor virá...
O Teatro Mágico - Recombinando Atos
Versão do álbum:
Outra versão dessa música
COMENTÁRIOS