Funcionário Do Mês (Ao Vivo In Curitiba)

Funcionário Do Mês (Ao Vivo In Curitiba)
Eu acordava às cinco hora da manhã
Era o encarregado das torta de maça
Eu abastecia os refil de catchup
Punha as coca-cola, os guaraná e os seven-up

Pra que tanta disposição?
Pra que tanta dedicação?

Até na chapa eu já queimei a minha mão
Se alguém derrama coca, sou eu que limpo o chão
Eu separava os bonequim da promoção
E aquele palhaço eu tinha como irmão

Mas pra que tanta disposição?
Mas pra que tanta dedicação?

Eu só queria meu retrato na parede
E não usar mais no cabelo aquela rede
Eu só queria que chegasse a minha vez
Eu só queria ser o funcionário do mês

Me sapecava fritando as batatinhas
Corria pro outro lado enchia umas casquinha
Dava o maior trabalho preparar as refeição
O nuggets de frango, x-burguer e quarteirão

Mas pra que tanta disposição?
Mas pra que tanta dedicação?

Eu só esperava a minha realização
Ver a minha foto com destaque no balcão
Sei que a justiça falha mais não tarda
Nunca mais eu encho aqueles refil de mostarda

Mas pra que tanta disposição?
Mas pra que tanta dedicação?

Eu só queria meu retrato na parede
E não usar mais no cabelo aquela rede
Eu só queria que chegasse a minha vez
Eu só queria ser o funcionário do mês

Mas pra que tanta disposição?
Mas pra que tanta dedicação?

Eu só queria meu retrato na parede
E não usar mais no cabelo aquela rede
Eu só queria que chegasse a minha vez
Eu só queria ser o funcionário do mês

Funcionário do mês!
Pedra Letícia - Ao Vivo e sem Retoques
Versão do álbum:
COMENTÁRIOS