Contos da vida

Contos da vida

É tão fácil parar para condenar
Fazer a semente do mal florir
E esse mal crescer
Só pra destruir

Pelos cantos da vida é o que mais se vê
Firmas se formam só por prazer
De fazer chorar
De fazer sofrer

Cada cabeça uma sentença eu bem sei
Mas o retorno é a lei
Me da tristeza dessa gente por aí
Que condena lá e vem errar aqui
Roberto Ribeiro - Fantasias
Versão do álbum:
COMENTÁRIOS