Doce Criatura

Doce Criatura
Oh, doce criatura
Que com seu carinho secou o pranto dos olhos meus
Eu estava tão ferida
Que no desespero cheguei até duvidar de Deus.

Ah, força do destino
Quando estava escuro você me encheu de luz
Minha dor morreu
Diante de tanto amor, doce criatura.

E o vento foi carregando os lamentos meus
Aquela que era triste não era eu....
É festa dentro de mim não canso de agradecer
Foi Deus quem mandou pra mim você...
Sula Miranda - Sula Miranda - 1992
Versão do álbum:
COMENTÁRIOS